Bovespa abandona queda, bate máxima e desacelera

Ações da Petrobras e da Vale puxam índice para cima, após manhã de baixas; dólar continua em alta

Paula Laier, da Agência Estado,

08 de outubro de 2007 | 16h06

Após trabalhar em ritmo lento e em território negativo desde a abertura, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) reverteu as perdas e passou a registrar ganhos nesta tarde, puxada pela melhora no desempenho das ações da Petrobras e da Companhia Vale do Rio Doce.  Às 15h45, o Ibovespa subia 0,23%, aos 62.463,1 pontos, após atingir 61.841 pontos na mínima (-0,77%), mais cedo. Na máxima até aqui, o índice chegou aos 62.662,0 pontos (+0,55%) O volume financeiro era de R$ 3,272 bilhões. No mercado de câmbio, o dólar subia 0,78%, cotado a R$ 1,818.  De acordo com operadores, a recuperação refletiu operações de vendas do índice futuro combinadas com aquisições no mercado à vista e foi puxada principalmente por ordens de compra do banco JP Morgan. Ainda de acordo com esses agentes, o mercado está bastante devagar em razão do meio feriado nos Estados Unidos, que fechou alguns mercados, como o de títulos, embora as bolsas estejam funcionando normalmente. Por volta das 15h40, o Dow Jones cedia 0,26%, aos 14.0,29,9 pontos; o S&P perdia 0,41%, aos 1.551,14 pontos; e o Nasdaq perdia 0,001%, a 2.780,12 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespadólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.