carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Bovespa abre em alta nesta quarta e busca os 66 mil pontos

Bolsa de São Paulo é influenciada pelo entusiasmo no exterior após os balanços das grandes empresas dos EUA

Sueli Campo, da Agência Estado,

14 de outubro de 2009 | 10h45

A Bovespa se prepara para escalar ainda nesta quarta-feira, 14, os 66 mil pontos, apoiada no otimismo externo. O dado de vendas no varejo norte-americano anunciado nesta quarta, referente a setembro, não assustou e clima de entusiasmo no mercado tem tudo para se manter, após os balanços melhores do que o esperado da Intel e do JPMorgan Chase. O ouro e o petróleo renovaram as máximas do ano esta manhã amparados na fraqueza do dólar, cotado a R$ 1,7140 às 10h52. Diante disso, aumentou ainda mais a expectativa de que o Ibovespa retome a marca dos 66 mil pontos no começo do pregão. Às 10h48, a Bolsa de São Paulo subia 1,29%, aos 65.479,91 pontos.

 

Veja também:

linkJPMorgan lucra US$ 3,6 bilhões no 3º tri e supera as previsões

linkComeçam nesta quarta reservas de ações da oferta da Cyrela 

linkEmpresas europeias abandonam Bolsa de NY

linkDólar pode chegar a R$ 1,60, prevê ex-presidente do BC

 

Wall Street também iniciou suas atividades nesta quarta influenciada pelo otimismo dos investidores. Na abertura do pregão nos EUA, às 11h10, Dow Jones subia 0,87% e Nasdaq registrava alta de 1,05%.

 

Os investidores colecionam nesta quarta-feira só boas notícias, a começar pelos balanços que sinalizam recuperação econômicas e dias melhores para as empresas. A Intel anunciou nesta última terça-feira queda de 7,8% no lucro líquido do terceiro trimestre, mas o resultado de US$ 0,33 por ação superou a previsão dos analistas (US$ 0,28) e a empresa projetou que as condições para seus negócios vão melhorar ainda mais no atual trimestre. Com isso, as ações da Intel subiam 5% mais cedo em Frankfurt, puxando a alta de outros papéis do setor de tecnologia.

 

O primeiro dos grandes bancos norte-americanos a anunciar resultado, o JP Morgan Chase também surpreendeu positivamente, ao registrar lucro de US$ 3,6 bilhões no terceiro trimestre, ganho de US$ 0,82 por ação. No mesmo período do ano passado, auge da crise financeira, o lucro foi de US$ 527 milhões (US$ 0,09 por ação). As ações do banco subiam mais de 4% no pré-mercado. Também hoje saem os balanços do CIT Group e AMR Corp - controladora da American Airlines.

 

As commodities operam em alta. Na Nymex, o petróleo superou mais cedo a cotação de US$ 75 por barril, melhor marca intraday desde outubro do ano passado. O ouro spot, que esticou os ganhos do ano para mais de 20%, bateu nova máxima a US$ 1.070,70 a onça-troy em Londres. Os demais metais também sobem, tendo como destaque o cobre diante da surpresa dos participantes do mercado com o crescimento das importações do metal para a China em setembro, contrariando previsão de queda nas importações de cobre.

 

As importações de minério de ferro pela China subiram 65% em setembro na comparação com igual período do ano passado e aumentaram 30% em setembro ante agosto, de acordo com dados preliminares divulgados pela Administração Geral Alfandegária.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespamercado financeirobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.