Bovespa abre em baixa, em dia de realização de lucros

Ações da CSN devem se libertar do peso da Cimpor, após o fracasso da oferta à cimenteira portuguesa

Sueli Campo, da, Agência Estado

23 de fevereiro de 2010 | 11h24

Os investidores devem continuar hoje vendendo ações e realizando lucros na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), repercutindo o clima negativo que domina as Bolsas no exterior e a queda nos preços do petróleo. Às 11h15, o índice Bovespa (Ibovespa) recuava 0,62%, aos 66.766 pontos.

Entre os motivos que desestimulam a compra de papéis estão as expectativas em torno da emissão de bônus de dez anos da dívida grega, o que pode ser realizado ainda esta semana, e a decepção com o índice de confiança empresarial na Alemanha, que pela primeira vez em 11 meses, caiu para 95,2.

Além disso, os investidores aguardam a divulgação de indicadores nos Estados Unidos. Eles podem tornar mais claros os motivos que levaram o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) a elevar, na semana passada, a taxa de redesconto bancário. O mercado espera que os dados que estão para sair até sexta-feira confirmem uma recuperação mais sustentada da economia norte-americana.

O enfraquecimento do petróleo também contribui para reduzir o apetite por ações, em especial as da Petrobras, que ainda sofre com as incertezas em relação ao marco regulatório do pré-sal. O barril era negociado em queda de quase 2% em Nova York, na faixa de US$ 78 o barril, depois de ter sido cotado acima de US$ 80 na véspera.

Já as ações da CSN devem se libertar do peso da Cimpor, após o fracasso da oferta à cimenteira portuguesa. A expectativa é de que as ações da siderúrgica brasileira tenham um desempenho positivo agora que acabou a novela da Cimpor. Na oferta pública de aquisição de ações (OPA) realizada ontem pela CSN, o total atingiu apenas 8,56% das ações da Cimpor, com ordens de venda de 57.563.320 das 672 milhões de ações da empresa.

Tudo o que sabemos sobre:
ações, Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.