Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Bovespa abre em queda, à espera de dados dos EUA

Cautelosos, os investidores aguarda por novas notícias sobre a saúde da economia americana

Sueli Campo, da Agência Estado,

27 de outubro de 2009 | 11h43

A Bovespa deve operar mais uma vez em um cenário volátil nesta terça-feira, 27, refletindo o clima de cautela no exterior, com os investidores no aguardo de novas notícias sobre a saúde da economia norte-americana ao mesmo em tempo em que assimilam o IPO da Cetip e uma nova saída de capital estrangeiro no dia 22, de R$ 217,268 milhões. O Ibovespa, o principal índice da Bolsa de São Paulo abriu operando, às 11h39, em baixa de 0,53% (64.741 pontos). O mercado de câmbio abriu com o dólar mantendo a tendência de valorização. Às 11h46, a moeda norte-americana subia ao valor de R$ 1,7340.

 

Passado o auge da temporada de balanços nos EUA, cujos resultados de maneira geral confirmaram a recuperação da economia, os olhos dos investidores agora se voltam para a agenda de indicadores econômicos em busca de novos sinais que evidencia a melhora da atividade, como a primeira prévia do PIB do terceiro trimestre dos EUA, que sai na quinta-feira. Enquanto espera o PIB, os preços dos ativos serão influenciados nesta terça-feira pelo dado da confiança do consumidor do Conference Board e pelo índice de atividade do Fed de Richmond. Em Wall Street, às 11h40, Dow Jones subia 0,36%; Nasdaq valorizava 0,16%; e S&P-500 registrava alta de 0,25%.

 

Na Europa, as bolsas registram altas moderadas, puxadas pelo resultado acima do esperado da British Petroleum (BP) no terceiro trimestre, que estimula as ações das demais petrolíferas. O petróleo, que ontem caiu pelo terceiro dia consecutivo, retomava a trajetória de alta, mas insuficiente para recolocá-lo no nível de US$ 79 por barril na Nymex eletrônica. Às 11h40, a bolsa de Paris subia 0,44%; Londres registrava alta de 0,35%; e Frankfurt valorizava 0,06%.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsaBovespadólarmercado financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.