coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Bovespa acelera ganhos após ata do Fed; dólar renova mínima

Por volta das 15h30, o pronto caía a R$ 1,803; mínimas registradas às 15h01 foram de R$ 1,8005 e R$ 1,802

Paula Laier e Silvana Rocha, da Agência Estado,

09 de outubro de 2007 | 16h19

A Bovespa acelerou os ganhos após a divulgação da ata do Comitê Federal de Mercado Aberto dos Estados Unidos (Fomc, na sigla em inglês), renovando a marca histórica, uma vez que documento não trouxe surpresas em relação ao teor do comunicado divulgado com a decisão do Fed de reduzir o juro norte-americano em 0,5 ponto porcentual, para 4,75% ao ano, no último dia 18 de setembro. Às 15h20, o Ibovespa subia 1,20%, aos 63.414,6 pontos. Na máxima, o índice indicou alta de 1,45%, aos 63.568 pontos. O volume financeiro era de R$ 3,966 bilhões. Na avaliação do diretor de gestão da Meta Asset Management, Alexandre Horstmann, a ata veio dentro do esperado pelo mercado, mostrando um Fed mais otimista com a trajetória da inflação e mais preocupado com nível de atividade. "Não tinha como ele falar de um quadro diferente", disse o especialista.  Em Wall Street, as bolsas também reagiram positivamente ao documento. No mesmo horário, o Dow Jones subia 0,21%, aos 14.072,8 pontos; o S&P 500 aumentava 0,15%, aos 1.554,89 pontos; e o Nasdaq Composite aumentava 0,08%, a 2.789 pontos. O dólar à vista renovou as mínimas, mas desacelerou a queda logo depois em meio à divulgação da ata da reunião do Fed de setembro. Por volta das 15h30, o pronto caía a R$ 1,803 na roda da BM&F (-0,80%) e no balcão (-0,83%). As mínimas até o momento registradas às 15h01 foram de, respectivamente, R$ 1,8005 (-0,94%) e R$ 1,802 (-0,88%). A queda mais forte do dólar reflete ofertas de tesourarias que tiveram suas propostas recusadas no leilão do BC e foram a mercado vender moeda, segundo operadores consultados.

Tudo o que sabemos sobre:
DólarBovespafed

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.