finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bovespa acumula queda de 0,4% na semana

A Bolsa de Valores de São Paulo tevemais um dia de perdas nesta sexta-feira, com sinais de falta deliquidez no mercado financeiro global, em meio a temores sobreo mercado de crédito imobiliário de risco dos Estados Unidos.No acumulado da semana, a bolsa acumulou uma queda de 0,4 porcento. Foi o segundo pregão de baixa, seguindo o movimentogeneralizado de vendas nas bolsas de valores. Com a elevação datemperatura nos mercados financeiros, os bancos centrais aoredor do mundo injetaram recursos no sistema financeiroprocurando acalmar investidores. O Federal Reserve fez a maioratuação em quatro anos. Nesta sexta-feira, o principal indicador da bolsa paulistarecuou 1,48 por cento, para 52.638 pontos. Na mínima chegou acair 3,27 por cento. O volume financeiro ficou em 5,3 bilhõesde reais, acima da média diária do ano, de 4,1 bilhões dereais. "A atuação dos bancos centrais acabou sinalizando para omercado que tem um problema sério e que está ligado dessa vez àliquidez. Se você tem uma redução de liquidez, você pode afetara disponibilidade de recursos dos consumidores lá na frente eafetar a economia como um todo", explicou Kelly Trentin,analista da corretora SLW. "Mas a bolsa já subiu bastante nos últimos anos. Então nãodá para dizer que acabou o mundo, essa queda não é tantoassim." Desde o pico histórico de 58.124 pontos de 19 de julho, aqueda é de 9,4 por cento, mas no ano a alta ainda é de 18,4 porcento e os analistas continuam projetando valorização em 2007,o que seria o quinto ano seguido de ganhos. "Ainda que a reação dos mercados à decisão dos bancoscentrais tenha sido negativa em um primeiro momento, pelo fatode ser um reconhecimento da crise, a atuação do Fed e dosdemais bancos centrais tende a acomodar as tensões ao longo dotempo", afirmou Maristella Ansanelli, economista-chefe do BancoFibra. "No médio prazo, os fundamentos devem voltar a imperar." As blue chips Companhia Vale do Rio Doce e Petrobrasperderam 3,25 por cento e 2,17 por cento, respectivamente. Na ponta oposta, a maior alta foi Sabesp, que divulgou nanoite da véspera aumento de quase 70 por cento do lucro nosegundo trimestre. Os papéis subiram 2,04 por cento.

JULIANA SIQUEIRA, REUTERS

10 de agosto de 2007 | 21h02

Tudo o que sabemos sobre:
MANCHETESBOVESPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.