Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bovespa bate recorde de volume de negócios em outubro

Bolsa de São Paulo registrou volume financeiro de R$ 154,25 bi no mês, com média diária de R$ 7,34 bi

Agência Estado,

06 de novembro de 2009 | 12h56

A Bolsa de São Paulo encerrou outubro com recordes históricos nas médias diárias de volume financeiro e de número de negócios, segundo balanço mensal enviado pela BM&FBovespa ao mercado nesta sexta-feira, 6. Os mercados do segmento Bovespa movimentaram, em outubro, volume financeiro de R$ 154,25 bilhões em 9.161.252 negócios, com médias diárias de R$ 7,34 bilhões e 436.250 negócios, respectivamente. As altas no volume total e no número de negócios foram de 35% e 28,2%. Em setembro, o volume financeiro foi de R$ 114,23 bilhões, com a realização de 7.143.911 negócios. As médias diárias foram de R$ 5,43 bilhões e 340.186 transações.

 

Veja também:

linkGoverno prepara ajustes na taxação do IOF

 

Os mercados do segmento BM&F (incluindo derivativos financeiros e de commodities) totalizaram 34.670.732 contratos negociados no mês, com média diária de 1.650.987, e giro financeiro de R$ 2,38 trilhões. No mês anterior, foram negociados 31.505.077 contratos, com média diária de 1.500.242, e volume financeiro de R$2,12 trilhões. O destaque do mês foi o mercado do Ibovespa Futuro, que saltou de 1.443.420 contratos negociados em setembro para 2.304.720 em outubro.

 

As ações que registraram maior giro financeiro em outubro foram Vale PNA (R$ 15,05 bilhões), Petrobras PN (R$ 12,77 bilhões), Itaú Unibanco PN (R$ 5,26 bilhões), BM&FBovespa ON (R$ 5,23 bilhões) e OGX Petróleo ON (R$ 5,16 bilhões).

 

O Ibovespa encerrou outubro em alta de 0,04% a 61.545 pontos. As ações que obtiveram as maiores altas do Ibovespa foram CCR Rodovias ON (+14,81%), Bradespar PN (+11,81%), Gerdau PN (+10,74%), Vale ON (+9,95%) e TAM PN (+9,78%). As maiores baixas do Ibovespa foram Rossi Residencial ON (-17,26%), Aracruz PNB (-16,71%), VCP ON (-16,41%), Embraer ON (-12,78%) e BM&FBovespa ON (-12,71%).

 

Assim como o Ibovespa, os seguintes índices encerraram outubro em alta: IBrX-50 (+0,22% a 8.709 pontos); IBrX-100 (+0,35% a 19.642 pontos); Itel (+0,74% a 1.362 pontos); INDX (+1,40% a 9.100 pontos); Small Cap (+2,62% a 993 pontos). MidLarge Cap (+0,20% a 874 pontos) e Iconsumo (+1,49% a 1.207 pontos).

 

Os índices que encerraram o mês de outubro em baixa foram: ISE (-3,56% a 1.701 pontos); IEE (-1,09% a 22.086 pontos); IVBX-2 (-0,79% a 5.008 pontos); IGC (-0,43% a 6.033 pontos); Itag (-1,76% a 7.835 pontos) e Imobiliario (-4,42% a 817 pontos).

 

O mercado à vista respondeu por 93,3% do volume financeiro em outubro, seguido pelo mercado de opções, com 4,9%, e pelo mercado a termo, com 1,8%. O After Market movimentou R$ 1,66 bilhão com a realização de 124.268 negócios, ante R$ 1,46 bilhão e 118.653 transações no mês anterior.

 

Os investidores estrangeiros detiveram 33,67% da participação no volume financeiro, ante 32,70%, em setembro. As pessoas físicas ocuparam a segunda posição, com 30,53%, ante 31,01%; os investidores institucionais ficaram com 24,80%, ante 25,90%; as instituições financeiras, com 8,99%, ante 8,20%; as empresas, com 1,95% ante 2,12 %; e o grupo outros com 0,06%, ante 0,07%.

 

Em 2009, o fluxo de recursos dos investidores estrangeiros para o mercado de ações brasileiro, até outubro, está positivo em R$ 32,887 bilhões, resultado de R$ 13,735 bilhões em aquisições realizadas pelos estrangeiros nas ofertas públicas de ações e do saldo positivo da negociação direta na BM&FBovespa, de R$ 19,151 bilhões. O balanço da negociação dos investidores estrangeiros na BM&FBovespa no mês de outubro foi positivo em R$ 1,144 bilhão, resultado de vendas no valor de R$ 51.134.879.039,00 e de compras de ações de R$ 52.279.669.514,00.

 

A participação dos estrangeiros nas ofertas públicas de ações, incluindo IPOs, representa 57,6% do total de R$ 23.849.868.936,50 das operações realizadas com anúncios de encerramento publicados até 04 de novembro de 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespaoutubrorecordevolume

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.