Bovespa cai 3,54% com giro forte

Investidor acelera realização de lucros iniciada na véspera e volume de negócios volta a superar R$ 6 bilhões

Claudia Violante, Silvana Rocha e Alessandra Taraborelli, O Estadao de S.Paulo

04 de junho de 2009 | 00h00

Os investidores aceleraram, ontem, a realização de ganhos e a Bovespa caiu 3,54%, aos 52.086,63 pontos.O ajuste ocorreu com forte giro financeiro, de R$ R$ 6,489 bilhões. As vendas de investidores estrangeiros foram focadas em ações da Vale, Petrobrás e de siderúrgicas. O tombo acompanhou o desempenho negativo, embora menos acentuado, das bolsas nos EUA, diante do recuo de preços de commodities, do corte acentuado nos postos de trabalho do setor privado no país e de declarações do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke. Ele previu que o desemprego nos EUA aumentará nos próximos meses e pediu aos legisladores para se comprometerem com a queda do déficit orçamentário de quase US$ 2 trilhões. O dólar à vista subiu 2,03%, a R$ 1,963 no balcão, após recuar 5,45% nas oito sessões anteriores. O avanço externo da moeda norte-americana amparou a inversão de sinal no mercado local, além de uma redução de posições vendidas no mercado futuro por tesourarias de bancos, em meio a dúvidas sobre a sustentação das cotações da divisa abaixo de R$ 2. Os juros de longo prazo seguiram em alta. A taxa de janeiro de 2011 subiu a 9,64%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.