Bovespa cai e dólar sobe após Fed

Mercado piorou após BC dos EUA decidir não expandir compra de Treasuries e minimizar o risco de deflação

Claudia Violante, Silvana Rocha e Alessandra Taraborelli, O Estadao de S.Paulo

25 de junho de 2009 | 00h00

A decisão e o comunicado do Comitê de Mercado Aberto do Federal Reserve (Fed) provocaram ampliação dos juros dos títulos do Tesouro americano e da alta do dólar ante o euro, além da inversão para queda do Índice Dow Jones.O mercado doméstico acompanhou a mudança lá fora. Analistas disseram que o movimento se deu pelo fato de o Fed não ter expandido seu programa de compra de Treasuries e de ter minimizado o risco de deflação. Como esperado, o Fomc manteve a taxa dos Fed Funds entre zero e 0,25% ao ano e a taxa de redesconto em 0,5%. Em Chicago, os contratos futuros de Fed Funds seguiram mostrando 100% de chances de o BC elevar a taxa de juro básica de curto prazo para 0,5% na reunião de janeiro de 2010. No encerramento dos negócios em Nova York, o Dow Jones caiu 0,28%; o juro do Treasury de 2 anos subiu 9,78%, a 1,212%; e o euro recuou para US$ 1,3901, de US$ 1,4081 na 3ªF. A Bovespa, depois de ter avançado até 1,90%, aos 50.758 pontos, fechou com queda de 0,28%, aos 49.672,12 pontos. O dólar ganhou 0,15%, a R$ 1,985 no balcão. Os juros futuros terminaram em direções distintas. A taxa de janeiro 2010 teve leve queda a 8,76% e a de janeiro 2012, ligeira alta a 10,96%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.