Bovespa cai mais de 1% acompanhando mercados em NY

Depois de oscilar durante a manhã, Bolsa de Valores de São Paulo intensifica perdas nesta quarta

Agência Estado,

19 de março de 2008 | 12h33

Após uma manhã de oscilação, a Bolsa de Valores de São Paulo intensificou as perdas nesta quarta-feira, 19, acompanhando a queda nas Bolsas de Nova York. Às 12h30, o principal índice cedia 1,43%, a 61.044 pontos. No melhor momento do dia até esse horário, o Ibovespa chegou a subir 0,71%. Por volta das 12h, nos Estados Unidos, o índice Dow Jones recuava 0,21%, o Nasdaq-100 cedia 0,26% e o S&P 500 caía 0,02%, após uma abertura em alta dos mercados em Wall Street. Veja também:Resultado do Morgan Stanley é melhor que o previsto ''Crise é 30 vezes maior que a de 1998'', diz LulaDepois de corte de juros nos EUA, Bovespa fecha na máxima Juro americano cai para 2,25% e Fed sinaliza novas reduções Petróleo fecha perto de US$110 com corte de juro do FedCronologia da crise financeira   Entre as maiores baixas do dia, o destaque fica com as ações preferenciais classe B (PNB) da Companhia Energética de São Paulo (Cesp) registravam baixa de 6,44% a R$ 42,10 às 11h50, após notícias negativas sobre o leilão de privatização da geradora paulista de energia, marcado para a quarta-feira da semana que vem (dia 26). Em seguida, apareciam as ações ordinárias (ON) da incorporado Gafisa, com perdas de 4,27% a R$ 30,25.  Entre os papéis de primeira linha (blue chips), as ações ON da Vale cediam 3,29% e os ativos preferenciais classe A (PNA) da mineradora recuavam 2,54%. Os papéis da Petrobras também operavam em baixa, de 3% (PN) e 3,17% (ON), acompanhando a queda do preço do barril de petróleo em Nova York. Às 11h45 (de Brasília), o contrato futuro de petróleo tipo WTI com vencimento em abril caía 2,85% a US$ 106,30 o barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex).

Tudo o que sabemos sobre:
Crise nos EUABovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.