Bovespa cai quase 4%, acompanhando queda mundial na sexta

Com feriado brasileiro na sexta-feira, Bolsa de São Paulo contabiliza dados negativos dos EUA nesta segunda

Agência Estado,

10 de setembro de 2007 | 12h21

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ajusta-se nesta segunda-feira à queda expressiva das bolsas ao redor do mundo na sexta, reagindo ao payroll ruim divulgado nos EUA.   Como aqui foi feriado (Dia da Independência), os negócios ao longo do dia serão em cima do ajuste de preços. Às 12h16, o principal índice da Bolsa caía 3,91%, aos 52.433 pontos. O dólar, por sua vez, operava na máxima às 12h01, subindo 0,98% e cotado a R$ 1,965.   A redução de 4 mil vagas no mercado de trabalho norte-americano em agosto, o primeiro número negativo desde 2003, aumentou o temor de que os EUA estejam caminhando para uma recessão e consolidou a expectativa de corte de juro na reunião do Fed de 18 de setembro. Há quem estime redução de até 0,50 ponto porcentual na taxa de juro.   Nos EUA, os mercados acionários tentaram ensaiar uma recuperação, mas o índice Nasdaq já inverteu o sinal e recuava 0,49% às 12h. O índice Dow Jones oscila e também foi para o vermelho, com perda de 0,17%, e o S&P 500 recuava 0,47%. Na Europa, algumas bolsas pendem levemente para o lado positivo.   Segundo analistas, se Nova York apresentar melhora, a Bovespa pode melhorar. Mas há dúvidas se o mercado local teria forças para trabalhar no azul. "Escapamos de uma queda boa na sexta-feira", comentava um operador.   Na Ásia, destaque para queda de 2,2% da Bolsa de Tóquio. Os investidores reagiram mal à revisão do PIB do segundo trimestre, de alta de 0,1% para queda de 0,3%. Em termos anualizados, o PIB japonês caiu 1,2%, ante a alta de 0,5% indicada na prévia anterior.   O clima de cautela deve se impor durante esta semana. Um dos principais focos de atenção será a rolagem de grande volumes de papéis comerciais pelos bancos privados e o comportamento do mercado interbancário. Segundo o The Wall Street, cerca de US$ 120 bilhões de commercial papers fora dos EUA terão de ser renovados esta semana.

Tudo o que sabemos sobre:
Aversão ao riscoBovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.