Bovespa começa a semana em alta e beirando os 61 mil pontos

No mercado de cãmbio local, sob a cautela dos investidores, o dólar encerrou o dia cotado a R$ 1,8160

estadao.com.br,

21 de setembro de 2009 | 17h24

Depois de atingir os 61 mil pontos na máxima do dia, o Ibovespa, o principal índice da Bolsa de São Paulo, cedeu alguns pontos próximo do encerramento do pregão e fechou esta segunda-feira, 21, registrando alta de 0,37%, aos 60.928,02 pontos.

 

No exterior, o mercado financeiro iniciou a semana registrando leves baixas. Em Nova York, Dow Jones caiu 0,42%, e Nasdaq recuou 0,24%. As bolsas da Europa anteciparam a tendência de baixa: Frankfurt caiu 0,62%; Londres cedeu 0,74%; Paris se enfraqueceu em 0,41%; e Madri perdeu 0,42%.

 

O mercado doméstico de câmbio viveu nesta segunda-feira o dilema entre acompanhar a apreciação da divisa americana frente às demais moedas ou precificar o fluxo que o Brasil está para receber com o retorno das captações externas e ofertas públicas de ações. Sob a cautela dos investidores, o dólar encerrou o dia cotado a R$ 1,8160 (+0,39).

 

A curva de juros começou a semana ainda mais empinada, com um comportamento que reflete a antecipação do mercado do timing para o aperto na Selic, de apostas antes concentradas no segundo semestre de 2010 e que agora estão sendo deslocadas para o segundo trimestre do próximo ano. Em uma segunda-feira atípica de volume robusto, o juro pós-fixado (DI) janeiro de 2011 (372.990 contratos) avançou a 10,14%, de 9,95% e 9,93% no fechamento e ajuste na sexta-feira. O DI janeiro de 2012 (98.300 contratos) estava na máxima de 11,48%, ante 11,27% no ajuste e 11,30% no fechamento anterior. O DI julho de 2010 (67.040 contratos) subia a 9,17%, de 9,02% no ajuste e 9,05% no fechamento.

(Com Agência Estado)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.