Bovespa completa amanhã 113 anos

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) completa amanhã 113 anos. Em comemoração ao aniversário, inaugura, no domingo, na maior favela da cidade, a Paraisópolis, na zona Sul, o Espaço Esportivo Bovespa quadra poliesportiva Alcides Procópio.O objetivo do espaço, segundo o presidente da Bovespa, Raymundo Magliano Filho, é promover a integração da população com o esporte, propiciando lazer educativo às crianças. "A partir do mês que vem, as crianças com idade entre 6 e 12 anos - terão aulas de tênis, futebol, handebol e basquete. Esperamos dar formação cívica a 600 crianças a cada três meses", comentou o presidente da Bovespa.Magliano contou que a Bovespa investiu R$ 100 mil para a construção do espaço esportivo. Por mês, ele calcula que serão gastos R$ 4 mil. "Todos temos de fazer a nossa parte", observou. A administração do local ficará a cargo da Wilton Esportes e Promoções.Durante a cerimônia de inauguração do espaço, a Bovespa vai distribuir lanches e refrigerantes para as crianças da favela, localizada na região do Morumbi. Cerca de 60 mil famílias moram na favela Paraisópolis.O Espaço Esportivo da Bovespa recebeu o nome de Alcides Procópio em homenagem a um dos maiores tenistas dos últimos tempos. O presidente da Bovespa lembrou que Procópio foi o primeiro brasileiro a disputar e vencer, em 1938, duas partidas em Wimbledon, no Reino Unido.PopularizaçãoMagliano contou que a construção do espaço na favela Paraisópolis é mais uma ação da Bovespa pela inclusão social por meio de atividades educativas. Ele lembrou que, com base no mesmo princípio, a Bolsa de Valores de São Paulo lançou o programa de popularização do mercado acionário, a Bolsa de Valores Sociais (BVS). Ela vai auxiliar as Organizações Não-Governamentais (ONGs) a captarem recursos para projetos educacionais.Ao falar na popularização do mercado de capitais, o presidente da Bovespa comemorou o fato de a Bolsa de Valores estar, cada vez mais, segundo ele, presente na vida das pessoas. "As mulheres estão tendo participação destacada", afirmou. Magliano insistiu que "bolsa não é para rico, mas sim para qualquer pessoa". "Basta fazer parte de um clube de investimentos e todos têm condições de investir no mercado de capitais", disse. Também como parte das comemorações dos 113 anos da Bovespa, será organizado um coquetel, na sede da Bolsa de Valores de São Paulo, no centro da capital paulista, para cerca de 1.500 investidores. O evento está marcado para o dia 28, próxima quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.