carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Bovespa desafia realização de lucros e começa semana em alta

Mercado financeiro internacional seguiu fraqueza de Nova York; dólar subiu e fechou dia cotado a R$ 1,849

Equipe AE,

10 de agosto de 2009 | 17h07

Depois do rali recente nas bolsas norte-americanas, os investidores resolveram embolsar um pouco de lucros aproveitando a agenda esvaziada do desta segunda-feira, 10. A Bovespa desafiou a realização de lucros e contabilizou neste início de semana mais um pregão positivo, na contramão de Nova York. Após uma abertura no vermelho, o índice à vista mudou de direção e registrava às 17h06 avanço de 0,63% (56.688,18 pontos), depois de marcar uma mínima de -0,32% durante o dia.

 

A semana começou tranquila no mercado financeiro internacional, sem indicadores econômicos nos EUA, em contraste com a agenda carregada dos próximos dias, e abriu espaço para uma leve realização de lucros nos mercados. Nos Estados Unidos, Dow Jones encerrou o dia registrando queda de 0,34% e Nasdaq seguiu a mesma tendência, fechando em baixa de 0,40%. As bolsas europeias foram na cola da fraqueza em Nova York - Londres perdeu 0,20%, Paris cedeu 0,47% e Frankfurt caiu 0,75%. Nos últimos 30 dias, os ganhos acumulados por essas bolsas supera os 14%.

 

O dólar subiu fortemente na manhã desta segunda-feira, embalado por um movimento internacional de recuperação do valor da moeda norte-americana, mas encerrou o dia com apenas uma leve alta de 1,32%, cotado a R$ 1,849.

 

E os principais contratos de juros futuros começaram a semana em tendência de baixa, refletindo o noticiário doméstico de atividade e inflação e o cenário externo cauteloso, mas em uma sessão de volume reduzido. Ao término da negociação normal na BM&F, o DI janeiro de 2011 (93.805 contratos) projetava 9,85%, de 9,87% e 9,88% no ajuste e fechamento na sexta-feira. O DI janeiro de 2012 (44.885 contratos) desacelerou a queda para ficar perto da estabilidade, com taxa de 11,06%, ante 11,07% no fechamento anterior e 11,05% no ajuste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.