Bovespa, dólar e juros longos sobem

Índice paulista ganha 1,27% e tem maior pontuação desde 12/6; moeda dos EUA avança 1,29%, para R$ 1,964

Claudia Violante, Silvana Rocha e Alessandra Taraborelli, O Estadao de S.Paulo

30 de junho de 2009 | 00h00

O mercado doméstico iniciou a semana com Bolsa, dólar e juros de longo prazo em alta. A Bovespa subiu 1,27%, aos 52.137,58 pontos, maior nível desde os 53.558,23 pontos de 12/6. O destaque foi a estreia das ações da VisaNet, que avançaram 11,80% e lideraram o giro individual, com mais de R$ 2,8 bilhões, do total de R$ 6,3 bilhões. As medidas de desoneração tributária anunciadas pelo governo e os ganhos das bolsas norte-americanas também ajudaram. Em Wall Street, o índice Dow Jones subiu 1,08% e o Nasdaq, 0,32%, em meio aos ajustes de carteiras antes do encerramento do 2º trimestre e os ganhos das ações das petrolíferas na esteira do salto do petróleo. No câmbio, os ingressos de recursos abaixo do esperado e a compra de moeda pelo BC acima do fluxo positivo levaram o dólar à vista a ampliar os ganhos ontem à tarde. O dólar teve alta de 1,29%, a R$ 1,964 no balcão. Os juros de longo prazo subiram com ajustes técnicos e especulações sobre a meta de superávit primário do setor público em 2010 e sobre a meta de inflação para 2011, que o CMN divulga hoje. A taxa de janeiro de 2011 subiu a 10,06% e a de janeiro 2012, a 11,03%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.