Bovespa fecha em alta com estrangeiros e especulações sobre ministro da Fazenda

A Bovespa fechou em forte alta nesta terça-feira, com o seu principal índice acima dos 52 mil pontos, em sessão influenciada por expectativas sobre o futuro ministro da Fazenda e presença de investidores estrangeiros na ponta compradora.

REUTERS

28 de outubro de 2014 | 17h18

Conforme dados preliminares, o Ibovespa fechou em alta de 3,62 por cento, a 52.330 pontos. O volume financeiro do pregão somou 9 bilhões de reais.

Dados sobre o capital externo na Bovespa mostraram nesta terça-feira que o saldo voltou a ficar positivo em outubro até o dia 24, com sete pregões seguidos de entrada líquida de dólares.

Os estrangeiros também aumentaram na véspera sua posição em contratos em aberto do Ibovespa futuro, em 14.941 contratos, para 109.059 contratos.

Profissionais do mercado também citavam expectativas sobre novas medidas para a economia, particularmente após promessas nesse sentido a partir de novembro feitas pela presidente reeleita Dilma Rousseff, em entrevista à TV Globo.

O desempenho nesta sessão colocou o Ibovespa novamente no campo positivo no acumulado do ano, com acréscimo de 1,6 por cento. Em dólar, o índice ainda registra queda em 2014, de 2,9 por cento.

(Por Paula Arend Laier)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAFECHAPRELIM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.