Bovespa fecha em alta impulsionada pela Vale

Ibovespa fechou em alta de 2,5% aos 62.801 pontos. Foi o fechamento mais alto desde 10 de janeiro

Reuters,

18 de fevereiro de 2008 | 18h48

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta nesta segunda-feira, impulsionada pelo bom desempenho dos papéis do setor de siderurgia, principalmente da Vale, em um dia de feriado no mercado norte-americano. O Ibovespa - índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa - fechou em alta de 2,5% aos 62.801 pontos. Foi o fechamento mais alto desde 10 de janeiro, quando o índice encerrou a 63.515 pontos. O volume financeiro negociado foi de R$ 6,2 bilhões, inflado pelo exercício de opções (operações no mercado futuro) que movimentou R$ 1,98 bilhão. O montante foi quase quatro vezes superior aos R$ 523 milhões do exercício de opções de janeiro. Nesta segunda-feira, as ações da Vale, que têm grande peso na composição do Ibovespa, operaram em forte alta, impulsionadas pelos acordos de reajuste de 65% a 71% nos preços do minério de ferro vendido a clientes asiáticos. As ações da empresa fecharam com valorização de 5,08%, cotadas a R$ 48,86. "Realmente, na falta de indicadores norte-americanos, o mercado se voltou inteiramente para os resultados internos neste dia", disse um operador que não quis ser identificado.  Ações em altaOutras ações do setor de siderurgia, como as da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), também tiveram bom desempenho incentivadas pelo anúncio da mineradora brasileira. A Bradespar, braço de participações do grupo Bradesco, com fatia importante no capital da Vale, registrou uma das maiores altas do dia. As ações subiram 4,9%, negociadas a R$ 42,80. Boas notícias No cenário interno, vários dados ajudaram a ampliar o cenário positivo. As vendas no varejo, por exemplo, tiveram no ano passado o maior crescimento desde 2001, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O volume de vendas subiu 9,6% em relação a 2006. No relatório Focus, o mercado reduziu de 4,45% para 4,39% a estimativa de inflação em 2008. Além disso, o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) segue em desaceleração na segunda semana de fevereiro. "Todos os dados divulgados internamente foram positivos e isso sempre ajuda. Mas no restante da semana, o mercado deve voltar a acompanhar de perto os EUA. Estamos longe de uma solução para a crise ainda", acredita o operador. Nos EUA, os mercados não operaram devido ao feriado do Dia do Presidente. Na Europa, as principais bolsas encerraram em alta, lideradas por ações do setor financeiro como as dos bancos Lloyds e Barclays . Na Bovespa, entre os papéis de mais peso para a composição do principal índice, as ações da Petrobras subiram 2,60%, negociadas a R$ 84,95.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.