Sério Castro/Estadão
Sério Castro/Estadão

Bovespa cai 1,8% com indefinição sobre Grécia e plano de negócios de Petrobrás

Bolsa sucumbiu diante do mau humor nos mercados internacionais com a situação grega e a forte queda das ações da estatal

Claudia Violante, O Estado de S. Paulo

29 de junho de 2015 | 17h44

A Bovespa sucumbiu ao mau humor internacional por causa da situação indefinida da Grécia, mais perto de declarar calote de sua dívida, e terminou em baixa, no menor nível desde o último dia 9. No começo da sessão, Petrobrás aliviou as perdas, mas o sinal das ações virou e a forte queda que se seguiu também pressionou o desempenho geral do Ibovespa. 

A Bolsa paulista terminou o dia em baixa de 1,86%, aos 53.014,21 pontos. Na mínima, marcou 52.647 pontos (-2,54%) e, na máxima, 54.013 pontos (-0,01%). No mês, acumula ganho de 0,48% e, no ano, de 6,01%. O giro financeiro totalizou R$ 5,073 bilhões. 

O principal assunto do dia foi a situação grega, onde o governo de Atenas resolveu marcar um plebiscito para o próximo dia 5 para decidir o rumo do país: se os cidadãos aceitam as condições dos credores ou não. Com a corrida aos caixas eletrônicos, foi decretado feriado bancário. 

Nesta tarde, a agência S&P rebaixou o rating em moeda local do país de CCC para CCC-, mesma nota para o rating em moeda estrangeira, que também tem perspectiva negativa. Segundo a agência, o fracasso grego em pagar o FMI amanhã - uma dívida de 1,6 bilhão de euros - se constituirá num evento legal de default. 

Fato é que o cenário todo criou um quadro de fuga dos ativos arriscados e imputou perdas à Bovespa, que chegou a cair menos mais cedo por causa dos ganhos de Petrobrás.

A empresa divulgou só hoje seu Plano de Negócios, que o mercado aguardava desde a última sexta-feira e, de cara, numa leitura apressada, agradou. "Mas o plano saiu antes de o mercado começar e acho que foi uma leitura um pouco estabanada", avaliou Hersz Ferman, da Elite Corretora. 

Tanto que as ações viraram para baixo e já caiam 3% no começo da tarde. Terminaram em -4,10% a ON e -3,48% a PN, pesadas ainda pelo quadro geral negativo. 

Vale ON caiu 2,14%, Vale PNA, 2,69%, Bradesco PN, -2,20%, Itaú Unibanco PN, -1,27%, BB ON, -2,86%, e Santander unit, -2,53%. 

De olho na Grécia, as bolsas nos EUA caíram: Dow Jones, -1,95%, aos 17.596,35 pontos, S&P 500, -2,09%, aos 2.057,64 pontos, e Nasdaq, -2,40%, aos 4.958,47 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
bovespagrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.