finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bovespa fecha em baixa e tem maior queda mensal desde maio de 2012

A Bovespa fechou em queda nesta terça-feira e encerrou setembro com a maior recuo mensal desde maio de 2012, com investidores colocando no preço das ações a possível reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), enquanto aguardam novas pesquisas eleitorais a poucos dias do pleito, no próximo domingo.

REUTERS

30 de setembro de 2014 | 17h19

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa recuou 0,93 por cento, a 54.115 pontos. O volume financeiro do pregão somou 9,3 bilhões de reais.

No mês, o índice recuou 11,7 por cento, maior queda percentual desde maio de 2012, quando perdeu 11,86 por cento, anulando totalmente o ganho de agosto, de 9,78 por cento, quando o mercado viu na entrada de Marina Silva (PSB) na disputa uma chance real de mudança de governo.

Nos três meses até setembro, porém, o Ibovespa acumulou ganho de 1,78 por cento, também conforme informações preliminares.

(Por Paula Arend Laier)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAFECHAPRELIM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.