Bovespa opera em alta e pode buscar os 70 mil pontos

Vendas no varejo dos EUA sobem acima do previsto; dados da China também estimulam alta

estadao.com.br,

11 de dezembro de 2009 | 11h17

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) subia  0,73% às 12h30 desta sexta-feira, 11, marcando 69.227,17 pontos, depois de já ter fechado em alta nos dois pregões anteriores. Na quinta-feira (10), terminou o dia com a maior pontuação do ano.

O mercado brasileiro de ações está refletindo dados melhores do que o esperado divulgados nos Estados Unidos e na China, segundo a analista de investimentos Kelly Trentin, da corretora SLW.

O goveno dos Estados Unidos informou que as vendas no varejo aumentaram 1,3% em novembro, número bem acima do 0,7% previsto. Já as vendas de outubro foram revisadas, da expansão de 1,4% anunciada originalmente para alta de 1,1%.

No setor imobiliário, ainda nos EUA, os resultados vieram divergentes; as vendas de móveis caíram 0,7%, enquanto as de material de construção e itens de jardinagem aumentaram 1,5%.

Na China, a produção industrial saltou 19,2% em novembro, na comparação anual, segundo o governo. O crescimento ficou acima do esperado por analistas (18,3%), superando de longe o desempenho de outubro (16,1%).

Outra informação que mostrou a forte trajetória de expansão na China foi o índice de preços ao consumidor, que subiu 0,6% em novembro (na comparação anual), tirando o país da deflação.

No entanto, a bolsa de Xangai recuou 0,2%. Já os demais mercados asiáticos tiveram alta. A bolsa de Tóquio subiu 2,5%; a de Hong Kong, 0,9%, e a de Taiwan, 1,5%. Na Europa, os principais mercados subiam por volta das 11h15 (de Brasília).

Texto atualizado às 12h29

(com Agência Estado)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.