finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bovespa se recupera e aguarda respostas em setembro

A Bolsa de Valores de São Paulofechou em forte alta nesta sexta-feira e conseguiu encerraragosto, um mês de forte turbulência e volatilidade, no azul. Ocenário, entretanto, permanece bastante incerto e analistasesperam ter algumas respostas em setembro. O principal indicador da bolsa paulista subiu 3,37 porcento, para 54.637 pontos, fazendo o Ibovespa registrar ganhode 0,8 por cento em agosto. No pior momento do mês, o índicechegou a ter queda de 17 por cento, atingido pelo aumento daaversão ao risco originada por problemas no setor de créditoimobiliário dos Estados Unidos. O bom humor de investidores nesta sexta-feira foisustentado pelo discurso do chairman do Federal Reserve, BenBernanke, que reforçou a aposta em corte do juro nos EUA nocurto prazo, e pela notícia de que o presidente norte-americanopretende implementar medidas para contornar a crise dashipotecas [ID:nB779627]. "A volatilidade ainda está muito elevada. O mercado gostoudo pacote e do discurso do Bernanke, mas se (a alta da bolsa) ésustentável para frente vai depender muito tanto dos dados quevão sair quanto do fato de o Fed agir ou não", disse SolangeSrour, economista-chefe da Mellon Global Investments-Brasil. O volume financeiro na bolsa paulista na última sessão domês ficou em 6 bilhões de reais. Segundo estudo da consultoriaEconomática, o volume mensal da Bovespa em agosto até o dia 30ultrapassou os 100 bilhões de reais pela primeira vez. Nesta sexta-feira, apenas três papéis do Ibovespa caíram. Ablue chip Petrobras foi o papel mais negociado, terminando comvalorização de 3,8 por cento, a 52,20 reais. A maior alta foiCteep TRLP4.SA, que subiu 5,77 por cento, para 40,50 reais. No acumulado do ano, o Ibovespa acumula ganho de 22,85 porcento. Dos últimos onze pregões, o Ibovespa subiu em dez. SETEMBRO O sócio-diretor da m2 Investimentos Luiz Gustavo Medinaafirma que as reuniões dos bancos centrais do Brasil e dos EUAem setembro "vão ser fundamentais" para clarear o cenário. "Boa parte da alta desses dias foi pelo fato de as pessoasjá estarem fazendo conta de que vai ter corte de juro lá fora(EUA) e como isso conseguiria amenizar o problema do crédito",disse Medina. Outro ponto importante serão os resultados dos principaisbancos de investimentos norte-americanos, onde investidoresesperam poder começar a quantificar o efeito da crise geradapelos problemas nas hipotecas de risco na maior economia domundo. A única certeza de analistas é que o mercado continuarávolátil. "Para que volte a ter uma confiança mais sustentável, achoque precisamos ver os dados econômicos dos próximos dois outrês meses", disse Paulo Pereira Miguel, estrategista-chefe daQuest Investimentos. "Estamos num momento ainda de bastanteincerteza", concluiu. Segunda-feira, feriado nos Estados Unidos, entra em vigor anova carteira teórica do Ibovespa, que terá 63 papéis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.