Bovespa se recupera e encerra com ganho de 1,38%

A Bolsa de Valores de São Paulo iniciou a semana corrigindo os excessos do tombo sofrido na sexta-feira: o Ibovespa, principal índice, fechou com ganho de 1,38%, em 42.829 pontos. Na sexta-feira, o índice registrou baixa de 4,03% provocada pela queda dos metais e também por vendas de investidores estrangeiros. O mercado de ações chegou a sofrer nesta segunda-feira com a volatilidade apresentada pelos principais índices de ações de Nova York, e na mínima o Ibovespa cedeu 0,24%. Na maior parte do dia, contudo, a Bolsa paulista operou em alta, atingindo a máxima de +1,61%. O volume negociado totalizou R$ 3,23 bilhões.As bolsas norte-americanas abriram em alta na manhã de hoje, mas inverteram o sinal com a disparada dos preços do petróleo. Recuperaram-se mais tarde, quando o petróleo voltou a cair.Já a Bovespa contou, logo cedo, com uma boa notícia. O banco HSBC reafirmou sua recomendação de um pesado "overweight" (acima da média do mercado) para as ações brasileiras.As ações preferenciais da Petrobras, papel de maior peso no Ibovespa, conseguiram terminar o dia com valorização de 0,87%, apesar de o petróleo ter fechado em queda de 0,39% em Nova York.A recuperação das ações da Vale do Rio Doce também beneficiaram o índice: o papel preferencial classe A da empresa - o segundo de maior peso no Ibovespa - avançou 2,16%, enquanto o ordinário fechou em alta de 3,75%.DólarO câmbio fechou a segunda-feira em queda, após três pregões consecutivos de alta. No pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista encerrou a R$ 2,150 com baixa de 0,09%. No mercado interbancário, o dólar comercial caiu 0,05% e encerrou cotado a R$ 2,151.De acordo com um operador, o dólar está sensível à alta e bem atrelado ao comportamento dos mercados internacionais, por isso, a ligeira piora das Bolsas em Wall Street provocou volatilidade", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.