coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Bovespa segue Wall Street e cede

Alta de papéis da Petrobrás, porém, evitou desvalorização ainda maior da bolsa brasileira; dólar também caiu

Claudia Violante, Alessandra Taraborelli e Denise Abarca, O Estadao de S.Paulo

26 de fevereiro de 2009 | 00h00

Após dois dias fechado, o mercado local operou ontem em ritmo lento na volta do feriado prolongado de carnaval, sem perder Nova York de vista. O giro financeiro na Bovespa e nos juros futuros foi fraco. A bolsa acompanhou a trajetória do Índice Dow Jones. Embora longe das mínimas do dia, o Ibovespa fechou em baixa de 1,25%, após registrar queda de até 2,64% perto da abertura. As ações da Vale lideraram as vendas , mas a queda foi amenizada pela alta dos papéis da Petrobrás. Vale PNA teve desvalorização de 4,64% e Petrobrás PN subiu 1,82%. Nos EUA, as bolsas encerraram com perda de pouco mais de 1%, tendo ainda o setor financeiro como foco de tensão. Um dos destaques do noticiário foram os testes de stress que o Tesouro americano fará com os bancos. E o sentimento segue ruim por causa da contínua deterioração econômica, reforçada pela queda de 5,3% das vendas de imóveis usados em janeiro. Já o dólar doméstico caiu, na contramão do mercado americano, com movimento financeiro significativo, influenciado por fatores técnicos. A moeda terminou em R$ 2,375, em baixa de 0,59%. Os juros futuros também cederam e o contrato para janeiro de 2010 fechou em 10,86%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.