Bovespa sobe acima dos 63 mil pontos pela primeira vez

Às 13h23, o principal índice da Bolsa operava na máxima, com alta de 1,35%; dólar cai, cotado a R$ 1,804

09 de outubro de 2007 | 13h24

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) manteve nesta terça-feira, 9, a alta do dia anterior, batendo mais um recorde. Às 13h23, o principal índice da Bolsa operava na máxima, com alta de 1,35% e superando os 63 mil pontos pela primeira vez na história. No mercado de câmbio, o dólar seguia a tendência positiva da Bovespa e registrava queda. Por volta das 13 horas, a moeda norte-americana caía 0,82%, cotada a R$ 1,804.  A alta da Bovespa deve ser mantida durante a tarde, a menos que a ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, o BC dos Estados Unidos), que será divulgada nesta tarde, traga alguma grande surpresa. Na Europa, as bolsas de valores encerraram em alta, com destaque para as ações do setor petrolífero, que acompanharam a alta das cotações da commodity. O mercado também reagiu a uma proposta da Eni para aquisição da britânica Burren Energy.  O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações das empresas européias, subiu 0,5%, para 1.587 pontos. (com Reuters)

Mais conteúdo sobre:
Bovespadólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.