Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bovespa sobe e tem maior nível em um ano

Ibovespa subiu 0,89% para 56.830,01 pontos - o maior patamar desde 7 de agosto do ano passado

Claudia Violante, da Agência Estado,

10 de agosto de 2009 | 19h00

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) desviou-se da rota de queda registrada pelas bolsas norte-americanas e iniciou a semana em alta, puxada pelas ações de segunda linha - com menor volume de negociação. O Ibovespa - que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa - subiu 0,89%, para fechar na máxima pontuação do dia, aos 56.830,01 pontos. Este é o maior patamar desde 7 de agosto do ano passado (57.017,60 pontos). Na mínima, registrou 56.151 pontos (-0,32%). No mês, a Bolsa acumula alta de 3,77% e, em 2009, 51,34%. O volume financeiro totalizou R$ 4,242 bilhões. Os dados são preliminares.

 

Veja também:

especialESPECIAL: Dólar, o fim de uma era?

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise  

 

Segundo um operador, no geral, a Bovespa teve um pregão morno por causa dos sinais da economia norte-americana. Vale e Petrobras operaram em queda praticamente a sessão toda, influenciadas pelo recuo das commodities metálicas e do petróleo. Subiram no final, com exceção das ações ordinárias (ON, com direito a voto) da Vale, que recuou 0,26%. As preferenciais (PN, sem direito a voto) da Vale subiram 0,12%, Petrobras ON, 0,15% e PN, 0,31%. Na bolsa eletrônica de Nova York (Nymex), o contrato do petróleo para setembro terminou cotado a US$ 70,60, em baixa de 0,47% o barril.

 

Estes papéis podem ter mais fôlego amanhã, dependendo do que o governo chinês divulgar esta noite. Pequim adiou para hoje o anúncio dos dados de produção industrial, balança comercial, vendas no varejo e inflação no país, o que pode dar combustível para compras de matérias-primas e, por tabela, puxar as ações do segmento na Bolsa brasileira.

 

Destaques do dia

 

Braskem PNA liderou os ganhos do Ibovespa, com +10,71%, refletindo a expectativa do mercado em relação ao balanço financeiro da companhia, que divulga os resultados do segundo trimestre na próxima Quarta-feira.

 

A segunda maior alta foi de Embraer ON (+7,90%), influenciada pela notícia de que negocia a venda de aviões para a Bolívia, divulgada pelo jornal boliviano Los Tiempos. A terceira maior alta do índice ficou com Cosan ON, com +6,93%, beneficiada pelo aumento dos preços do açúcar no mercado internacional.

 

Na outra ponta, se destacaram entre as maiores quedas Light ON (-4,44%), Redecard ON (-2,77%) e Cia. Transmissão Energia Elétrica Paulista PN (-1,94%).

 

VisaNet ON perdeu 1,43%. A empresa disse hoje que estuda recorrer da medida da Secretaria de Direito Econômico (SDE) que suspendeu preventivamente o contrato de exclusividade nas operações com a bandeira de cartões Visa.

 

Nos EUA, os investidores pisaram no freio e aproveitaram a agenda vazia para embolsar um pouco dos ganhos nesse início de semana. A avaliação otimista trazida pelo payroll (dados do mercado de trabalho) na última sexta-feira segue, mas hoje um pouco mais realista, depois de declarações de integrantes do governo Barack Obama. A assessora econômica do presidente, Laura Tyson, disse que a recuperação da economia parece incerta e que o governo pode ter de aplicar mais estímulo à economia, uma vez que o impacto das medidas já lançadas devem perder efeito no segundo semestre do ano que vem.

 

Em Nova York, o Dow Jones terminou o dia em baixa de 0,34%, aos 9.337,95 pontos, o S&P 500 recuou 0,33%, aos 1.007,10 pontos, e o Nasdaq perdeu 0,40%, aos 1.992,24 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.