Bovespa sobe mais, juros recuam e dólar fecha em queda

Nem mesmo o fraco desempenho das bolsas em Nova York impediu que a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) disparasse pelo segundo pregão consecutivo. O cenário continua positivo para o mercado de ações, com a perspectiva de continuidade das reduções de juros e retomada da atividade econômica. Hoje, o Ibovespa ? índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa ? fechou em 1,90%. Em apenas dois dias neste mês de outubro, a Bolsa já acumula um desempenho positivo de 5,52% e, no acumulado dos últimos doze meses, a alta da Bolsa é de 91,53%. O volume de negócios foi forte novamente e totalizou R$ 1,255 bilhão. Nos Estados Unidos, a Nasdaq ? bolsa que negocia papéis do setor de tecnologia e Internet ? fechou em alta de 0,22% e o índice Dow Jones ? que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Nova Iorque ? fechou com alta de 0,20%.No mercado cambial, a moeda norte-americana fechou em baixa de 0,45% cotada a R$ 2,8920. O fluxo de recursos continua positivo; a balança comercial segue registrando superávits maiores do que os previstos; e a avaliação é de que a percepção do investidor internacional sobre o Brasil continua melhorando - o que pode se traduzir em mais recursos externos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.