Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Bovespa sobe quinta vez e aproxima-se de recorde

Bolsa fechou em 65.182 pontos. A máxima histórica de 65.790 pontos foi atingida em 6 de dezembro de 2007

Reuters,

26 de fevereiro de 2008 | 18h14

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou o pregão desta terça-feira, 26, em alta pelo quinto pregão consecutivo e encostou no recorde histórico de fechamento. O Ibovespa - que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa - subiu 0,28%, aos 65.182 pontos, aproximando-se de sua máxima histórica de 65.790 pontos, atingida em 6 de dezembro de 2007. O giro financeiro foi de R$ 7 bilhões. Os negócios seguiram o ritmo positivo de Nova York. O Dow Jones resistiu à divulgação de dados ruins da economia norte-americana e subiu quase 1%. O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos informou pela manhã que os preços no atacado do país subiram 1% em janeiro, levando a variação acumulada em 12 meses à maior alta desde outubro de 1981. E o Conference Board informou que o índice de confiança do consumidor do país caiu em fevereiro para o pior nível em cinco anos. Para o chefe da área de análise da Link Investimentos, Celso Boin Junior, o fiador do otimismo no mercado acionário foi a notícia de um plano de recompra de ações da gigante de informática norte-americana IBM, de até US$ 15 bilhões. "Os investidores entenderam isso como sinal de que outras grandes companhias com sobras de caixa farão o mesmo", disse ele. DestaquesDentre as ações com maior peso na composição do Ibovespa, o papel preferencial da Petrobras avançou 0,18%, cotada a R$ 84,40. A ação preferencial da Vale teve baixa de 0,18%, a R$ 51,15. Na contramão, as ações ordinárias do Banco do Brasil despencaram 4,97%, avaliadas em R$ 28,51. A instituição informou pela manhã que teve lucro líquido de R$ 5,06 bilhões em 2007, resultado 13,6% inferior do que o de um ano antes. Mesmo com a explicação de que o resultado foi atingido por efeitos não recorrentes, os números desagradaram o mercado. "O resultado do BB veio abaixo das estimativas médias do mercado e decepcionou em termos de crescimento da carteira de crédito", apontou a corretora Ativa, em relatório.

Tudo o que sabemos sobre:
Mercado financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.