Bovespa supera os 30 mil pontos e bate novo recorde

O Ibovespa - índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) - bateu recorde pelo segundo dia seguido, fechando na máxima de 30.076 pontos, com alta de 0,87% nesta segunda-feira. Na sexta-feira, o indicador fechou aos 29.815 pontos, superando a marca anterior, de 29.455 pontos, registrada em 7 de março. Nem mesmo a queda das bolsas norte-americanas conseguiu prejudicar o mercado de ações no Brasil nesta segunda-feira. Mesmo a forte alta do preço do barril do petróleo influenciou negativamente a Bolsa. O fluxo de recursos foi mais forte e conseguiu sustentar a alta da Bolsa. O volume financeiro atingiu R$ 2,720 bilhões, incluindo o vencimento de opções (operação com ações no mercado futuro), que movimentou R$ 1,018 bilhão. A forte demanda pela emissão externa de bônus em reais lançada hoje pelo Brasil, que ficou em US$ 1,5 bilhão, também deixou os investidores otimistas. A outra boa notícia da manhã foi o superávit da balança comercial na terceira semana de setembro, de US$ 1,302 bilhão, o terceiro melhor resultado do ano.

Agencia Estado,

19 Setembro 2005 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.