Bovespa tem 3ª queda seguida e passa a apurar perda no mês

A Bovespa tentou acompanhar o sinal positivo dos índices de ações do exterior, ontem, mas não conseguiu e terminou em queda pelo terceiro dia consecutivo e no menor nível de 2011. O resultado também zerou o ganho acumulado neste ano. Sem notícias contundentes a seguir, os investidores engataram uma realização de lucros, puxada por Petrobrás na esteira do recuo do petróleo. O Ibovespa encerrou ontem em baixa de 0,62%, aos 69.133,09 pontos. No mês e no ano, passou a acumular ligeira perda de 0,25%. Petrobrás PN recuou 0,81%, a R$ 27,05. Em Nova York, o contrato do petróleo para março cedeu 0,53%, a US$ 89,11 o barril.

Claudia Violante, O Estado de S.Paulo

22 de janeiro de 2011 | 00h00

No exterior, foi bem recebido o índice de clima para negócios medido pelo instituto de pesquisa alemão Ifo, que subiu para 110,3 em janeiro, de 109,8 em dezembro, acima das estimativas de 110,0 dos analistas. Entre os balanços corporativos nos EUA, os resultados da General Eletric (alta de 51% no lucro líquido do quarto trimestre de 2010) também incentivaram compras nas bolsas.

Na Europa, a Bolsa de Londres subiu 0,48%. Nos EUA, o Índice Dow Jones avançou 0,41% e o S&P500 ganhou 0,24%.

No câmbio, o Banco Central fez dois leilões de compra de dólar no mercado à vista e vendeu o lote integral de US$ 989,5 milhões em contratos de swap cambial reverso, em que assume no mercado futuro posição comprada em dólar e vendida em taxa de juros. Ainda assim, o dólar caiu 0,06%, para R$ 1,6720 no balcão.No mês, a divisa apura alta de 0,48%. Na 2ª feira, o BC fará outra oferta de até US$ 1 bilhão em contratos de swap reverso, com três vencimentos.

Nos juros, a taxa de janeiro de 2012 passou de 12,37% para 12,38%

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.