Bovespa tem 5ª alta seguida e ganho de 6,39% na semana

A s Bolsas norte-americanas e brasileira sobreviveram com folga aos resultados dos testes de estresse em 91 bancos europeus divulgados pelo Comitê Supervisor de Bancos da União Europeia (UE) no início da tarde de ontem, quando os índices acionários na Europa já estavam fechados. O comitê informou que sete bancos falharam nos testes: o grego ATEBank (estatal); o alemão Hypo Real Estate (estatal); e cinco instituições de poupança da Espanha: Unnim, Diada, Espiga, Banca Civica e Cajasur. O comitê estima que essas instituições precisarão captar ? 3,5 bilhões para enfrentar dificuldades operacionais e, em um cenário mais adverso, prevê uma queda de três pontos porcentuais no Produto Interno Bruto (PIB) na UE nos próximos 18 meses, implicando modesta dupla recessão. Logo após o anúncio dos resultados dos testes, as Bolsas oscilaram, refletindo dúvidas suscitadas sobre o rigor da avaliação. Depois, os investidores consideraram que o resultado, superficialmente, foi positivo, e se escoraram nos bons balanços corporativos norte-americanos para amparar as bolsas. Em Nova York, o Índice Dow Jones subiu 0,99% ontem; teve avanço de 3,23% na semana; ganha 6,66% no mês; e cai 0,03% no ano.

Cenário: Rosangela Dolis, O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2010 | 00h00

Aqui, a Bovespa teve a 5ª alta consecutiva, ao subir ontem 0,87%, aos 66.322,99 pontos. Na semana ganhou 6,39%; no mês, 8,84%; mas, no ano, apura perdas de 3,30%.

No câmbio, o dólar recuou 0,06%, a R$ 1,7590 no balcão; na semana, perdeu 1,29%; no mês, recua 2,49% e, no ano, sobe 0,92%.

O juro para janeiro de 2011 avançou a 10,94% e, para janeiro de 2012, a 11,70%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.