Bovespa vira e sobe ajudada por Vale, Petrobrás e bancos

Ações da Vale são as que mais sobem na Bolsa, sustentadas pela proposta de remuneração mínima aos acionistas

Claudia Violante, da Agência Estado,

23 de janeiro de 2009 | 16h24

Depois de operar em baixa desde a abertura, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) virou nesta tarde e passou a subir, empurrada por Vale, Petrobrás e bancos. Segundo operadores, as ações da mineradora, que são as que mais sobem dentre essas citadas, vinham sustentando ganhos firmes desde cedo, empurradas pela notícia de que sua diretoria enviará para deliberação do Conselho de Administração proposta para pagamento de remuneração mínima aos acionistas para 2009. A sugestão é pela distribuição de pelo menos US$ 2,5 bilhões, correspondentes a US$ 0,479523218 por ação em circulação, ordinária ou preferencial.   Veja também  Áudio: economista-chefe do BES Investimento comenta as medidas do governo Desemprego, a terceira fase da crise financeira global De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise    O Ibovespa subia, às 16h14, 1%, na máxima do dia, aos 38.275,05 pontos. No mesmo horário, as ações da Vale tinham ganhos de 4,24% as ON e 2,32% as PNA. Os papéis da Petrobrás também devolveram as perdas e passaram a operar no azul, na esteira da recuperação do preço do petróleo no mercado externo. Petrobras ON avançava 0,71% e PN, 0,72%. Bancos tinham ganhos superiores a 2% - exceção para Banco do Brasil ON, que operava em queda.   Nesta sexta-feira, depois do fechamento do mercado, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, anunciará o Plano de Negócios da estatal para o período de 2009 a 2013.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise FinanceiraBovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.