BP conclui compra de 83% da sucroalcooleira CNAA por US$680 mi

A petrolífera BP concluiu a aquisição do controle majoritário da produtora brasileira de etanol e açúcar CNAA (Companhia Nacional de Açúcar e Álcool), por 680 milhões de dólares, informou a companhia nesta quinta-feira.

REUTERS

28 de abril de 2011 | 15h02

O valor do negócio, o mesmo anunciado quando o acordo foi fechado, em março, permitirá que a empresa adquira 83 por cento das ações e refinancie 100 por cento das dívidas de longo prazo da CNAA.

Com o negócio, BP adquire duas usinas de etanol, localizadas em Ituiutaba (Minas Gerais) e Itumbiara (Goiás), com capacidade atual de processamento de 5 milhões de toneladas de cana por ano.

"A conclusão deste acordo é mais um passo no fortalecimento da atuação da BP no setor sucroenergético brasileiro, uma vez que a CNAA apresenta ativos de qualidade, localizados estrategicamente e com boas práticas de gestão", afirmou em comunicado Mario Lindenhayn, presidente da BP Biocombustíveis Brasil, que acumula a partir desta quinta-feira a presidência da CNAA.

A BP também adquiriu uma terceira unidade em desenvolvimento, também situada na região centro-sul do Brasil, nos Estados de Goiás e Minas Gerais.

A produção de etanol das três usinas poderá suprir tanto o mercado brasileiro quanto o internacional.

A capacidade combinada de moagem das três usinas, quando em plena operação, está estimada em 15 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano. A capacidade de produção anual de cada usina será de cerca de 480 milhões de litros de etanol equivalentes.

Cada usina ainda poderá comercializar por ano cerca de 340 GWh de energia elétrica para o SIN (Sistema Interligado Nacional).

A BP, uma das maiores companhias de energia do mundo, entrou no setor no Brasil em 2008, quando comprou 50 por cento da Tropical Bioenergia, em Goiás.

(Texto de Roberto Samora)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSETANOLBP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.