finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

BP negocia com Iraque redução de produção de petróleo

As principais empresas petrolíferas ocidentais, incluindo a BP, a Royal Dutch Shell e a Exxon Mobil, estão negociando com o governo do Iraque para reduzir a sua produção de petróleo no país, o que impactaria diretamente na meta de produção total do país, estimada em 12 milhões de barris por dia, disse um funcionário do governo iraquiano.

AE, Agencia Estado

18 de setembro de 2013 | 04h45

Enquanto essas conversas já acontecem desde 2012, a russa OAO Lukoil Holdings e a italiana Eni SPa foram as primeiras a reduzir a sua meta de produção neste ano.

"Estamos conversando com a BP para reduzir a meta de produção estabelecida para o campo Rumaila de 2,850 milhões de barris por dia para 2,1 milhões de barris por dia", afirmou Abdul Mehdy al- Ameedi, chefe de contratos petrolíferos do Ministério do Petróleo do Iraque. Atualmente, a BP e a parceira China National Petroleum Corp (CNPC) estão produzindo cerca de 1,4 milhões de barris por dia.

A Shell junto à parceira Petronas estão negociando com o governo iraquiano para reduzir a sua meta de produção em 600 mil barris por dia para 1,2 milhões de barris produzidos diariamente, disse Ameedi.

Além disso, ele disse que o consórcio liderado pela Exxon Mobil, que está operando no campo West Qurna Phase One, negociado com o Iraque para reduzir a meta de produção de 2,8 milhões de barris por dia para 1,8 milhões de barris diariamente. Atualmente, a Exxon Mobil produz 450 mil barris de petróleo por dia no campo iraquiano. A Exxon fechou acordo com a PetroChina e a Pertamina, da Indonésia, para vender 25% e 10% de sua participação de 60% no projeto, respectivamente.

O Iraque reduziu a sua meta de produção de petróleo em 3 milhões de barris por dia, para 9 milhões de barris por dia até 2017. "Nós não temos a infraestrutura para produzir, armazenar e exportar 12 milhões de barris por dia", disse Ameedi. "Nós podemos não encontrar compradores para a quantidade de petróleo produzido", acrescentou.

Em janeiro, Lukoil foi a primeira empresa a estabelecer um acordo com o governo iraquiano para reduzir a meta de produção em West Qurna Phase Two de 1,8 milhões de barris por dia para 1,2 milhões de barris por dia. A produção deve ser iniciada

no final do ano ou no início de 2014. Inicialmente, a companhia pretende produzir 150 mil barris por dia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
iraqueproduçãopetróleometa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.