BPI vai iniciar conversações de fusão com Millennium bcp

O banco português BPI e seu rival demaior porte Millennium bcp devem iniciar conversas sobre suafusão apesar da rejeição do Millennium da oferta inicial,informou o chairman do BPI, Artur Santos Silva, nestaquarta-feira. O BPI tinha dito em uma carta ao conselho do Millennium bcpno fim da terça-feira que estava aberto a conversas sobre umprojeto de fusão dos dois bancos. "As conversas devem começar. Vamos ver o que possivelmentepode (ser feito)", disse Silva à agência local Lusa. Na terça-feira, o Millennium bcp chamou a proposta de fusãodo BPI de "inadequada" e "inaceitável" mas acrescentou queestava aberto a negociações. A abordagem não solicitada, meses depois de o Millenniumfracassar na proposta hostil pelo BPI, envolve troca de açõesde meia ação do BPI por cada ação do Millennium e coloca ovalor do Millennium em cerca de 11 bilhões de euros (16 bilhõesde dólares), de acordo com o preço atual do BPI. A nova instituição --Banco Millennium BPI-- seria oterceiro maior banco da Ibéria listado em bolsa. Seu chairmanseria escolhido pelo Millennium bcp e o presidente-executivopelo BPI, segundo a oferta do BPI anunciado na semana passada. O BPI tem como principais acionistas o Itaú, o espanhol LaCaixa e a Allianz . (Reportagem adicional de Henrique Almeida e Andrew Hay emMadri)

SERGIO GONCALVES, REUTERS

31 de outubro de 2007 | 16h12

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBPI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.