BR-101 no norte fluminense terá mais 2 pedágios

A concessionária Autopista Fluminense, da OHL Brasil, que administra o trecho da BR-101/RJ, que vai da ponte Rio-Niterói até a divisa com o Espírito Santo, inicia na próximo semana a cobrança de pedágio em mais duas praças na rodovia. A tarifa básica será de R$ 2,50. À meia-noite da próxima segunda-feira (dia 9) começará a cobrança na praça localizada no quilômetro (km) 123, em Campos dos Goytacazes (RJ) e a partir das 0h do dia seguinte na praça localizada no km 299, em São Gonçalo (RJ).A empresa informa que a tarifa foi calculada de acordo com o contrato assinado com o governo federal em 14 de fevereiro do ano passado, que estipula que o valor oferecido no leilão seja corrigido pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de junho de 2007 ao mês anterior do início da cobrança. O início da cobrança está de acordo com a Deliberação nº 478 da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), de 18 de novembro de 2008, publicada no Diário Oficial da União em 21 de novembro do mesmo ano.O trecho de 320 quilômetros, que passou a ser administrado pela OHL em fevereiro deste ano, recebeu investimentos de R$ 100 milhões no primeiro ano da concessão. Os recursos foram aplicados em obras de melhoria como sinalização horizontal (faixas), vertical (placas), além da recuperação de iluminação e pavimento. Durante os 25 anos do contrato de concessão, serão investidos R$ 2,3 bilhões em melhorias na rodovia.A OHL administra 3.226 quilômetros de rodovias no País por meio de nove concessionárias nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.