BR Distribuidora suspende fornecimento de combustível à Varig

A BR Distribuidora suspendeu hoje de manhã, entre 6h e 10h, o fornecimento de combustível para a Varig, alegando que a empresa aérea estava inadimplente. A informação foi confirmada pela assessoria da transportadora aérea, no início da noite deste sábado.Segundo a assessoria da Varig, seus vôos não foram afetados porque a empresa recebeu apoio das distribuidoras multinacionais Shell e Esso. Hoje de manhã o pagamento foi assegurado à BR e a Varig voltou a abastecer na estatal, principal fornecedora do produto, segundo a empresa aérea.Apesar das ameaças anteriores de suspensão, caso houvesse falta do pagamento diário, esta foi a primeira vez que a BR Distribuidora interrompeu o fornecimento de combustível para a Varig. Nos últimos meses, a companhia aérea vem pagando diariamente para a BR pela retirada do produto. Os valores seriam da ordem de R$ 4 milhões ao dia.A interrupção pela manhã decorreu da falta de pagamento ontem. Até ontem à noite, o presidente da Varig, Roberto Macedo, estava à frente das negociações com a BR para evitar o problema. O ministro da Defesa, José Viegas, teria sido, inclusive, contatado, com o objetivo de contornar a situação.A Varig vem negociando com a própria BR extensão no prazo de pagamento do produto e ampliação do crédito junto ao fornecedor. No caso do Banco do Brasil (BB) também há negociações, com o intuito de diluir os vencimentos das dívidas.Por conta disso, a empresa está solicitando um aval ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para as negociações com os credores. Na prática, não se trata da liberação de recursos. Mas uma garantia para o acerto com a BR e o BB.O BNDES indicou que pode avalizar a empresa aérea, mas exige a apresentação de um documento que comprove que o processo de fusão com a TAM é definitivo. As duas empresas estão trabalhando na carta, que poderá ser entregue ainda nos próximos dias à diretoria do banco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.