BR reduz preço do combustível no DF

O diretor de Mercado Automobilístico da BR Distribuidora, Júlio Bueno, declarou que a empresa não alterou seus preços de venda de combustíveis para conseguir a redução dos valores nos postos de gasolina. De acordo com o executivo, a empresa apenas chamou os revendedores e convenceu-os da necessidade de uma redução nos preços. O preço médio da gasolina nas bombas em Brasília caiu de R$ 1,59 por litro, no dia 9 de agosto, para R$ 1,53, enquanto o preço máximo na região passou de R$ 1,63, no dia 9, para R$ 1,58. Bueno admite que a redução nos preços da BR força os concorrentes à mesma atitude. Mas, garantiu que a companhia não está operando com margens negativas em nenhuma praça. "A BR só trabalhou com margens negativas antes da modificação na forma de cobrança do PIS/Cofins, por que se isso não fosse feito, nossa rede seria destruída em algumas praças", declarou.Em relação aos preços do álcool, o gerente da área na BR Distribuidora, Carlos Ferro, acredita que o leilão do produto, que será realizado amanhã pelo governo, derrubará os preços a partir de setembro. Ferro observa que o impacto do leilão será sentido principalmente na região centro-sul do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.