BRA busca solução para crise e diz que quer voltar a operar

Acionistas se reúnem para buscar solução para crise financeira da empresa, que paralisou operações

Beth Moreira, da Agência Estado,

13 de novembro de 2007 | 15h00

O vice-presidente de relações institucionais da BRA, Danilo Amaral, informou nesta terça-feira, 13, que os acionistas da empresa estão reunidos nesta tarde em busca de uma solução para a crise financeira da companhia que acumula dívidas de US$ 100 milhões.   A aérea paralisou suas atividades na última terça-feira e demitiu todos os seus 1.100 funcionários. Amaral não quis informar que alternativas estão sendo levadas em consideração, mas afirmou que a companhia tem perspectiva de voltar a operar.   O executivo reiterou ainda que o contrato fechado na segunda com a OceanAir garantirá o transporte de todos os passageiros que compraram passagens da empresa e não apenas os que adquiriram pacotes com a PNX Travel.   "O contrato é claro e diz que a OceanAir transportará todos os passageiros que compraram passagens da BRA até 28 de fevereiro de 2008", disse. O executivo admitiu, no entanto, que o atendimento desses passageiros dependerá da disponibilidade de assentos nos aviões da OceanAir.

Tudo o que sabemos sobre:
BRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.