Paulo Giandalia/AE
Paulo Giandalia/AE

bolha

Paulo Bilyk: "Quem está comprado em 4 ou 5 ações corre risco grande de perder tudo"

Bracher assume Itaú com carta de seis desafios

Executivo tem 36 anos de mercado financeiro, com passagens por BBA Creditanstalt, Itaú BBA e Itaú Unibanco

Aline Bronzati, Broadcast

02 de maio de 2017 | 22h17

O Itaú Unibanco informou nesta terça-feira, 2, que Candido Bracher assumiu a presidência executiva do banco. O nome do executivo havia sido aprovado em assembleia no fim do mês passado e, no último dia 27, foi chancelado durante reunião do conselho de administração da instituição.

Bracher tem 36 anos de mercado financeiro, com passagens por BBA Creditanstalt, Itaú BBA e Itaú Unibanco. Em carta enviada aos mais de 90 mil colaboradores do Itaú, o executivo apresentou uma agenda composta por seis desafios: acentuar o foco no cliente, acelerar o processo de transformação digital, manter elevada rentabilidade, fortalecer a gestão de pessoas e de riscos e avançar no processo de internacionalização.

Sucessão. Bracher sucede Roberto Setubal, que liderou a instituição por 23 anos e atingiu a idade limite estabelecida para a presidência da Itaú Unibanco Holding. Setubal, ao lado de Pedro Moreira Salles, será copresidente do conselho de administração da instituição.

“Assumo novas funções no conselho de administração com muita tranquilidade e confiança de que o Candido Bracher vai elevar ainda mais os patamares do Itaú nos próximos anos. Além de um ser humano diferenciado, um profissional extremamente competente, com ampla experiência no setor financeiro. Desejo muito sucesso a ele”, afirmou Setubal, também em nota.

Em evento no fim do mês passado, Setubal disse que o maior desafio em seus 23 anos como presidente do Itaú Unibanco foi o Plano Real, criado em 1994 – ano em que ele assumiu o comando do banco. Durante a gestão do executivo, o banco entregou retorno médio de 23,7% ao ano sobre o patrimônio líquido, além de valorização da ação preferencial da instituição em 24,7% ao ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.