Braço financeiro da GM terá direito a ajuda de governo

O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) atendeu a um pedido do braço financeiro da General Motors (GMAC) para se tornar uma holding bancária. Com isso, o GMAC passa a ter direito a parte do pacote de US$ 700 bilhões do governo, aumentando as chances de sobrevivência da empresa.Analistas apontavam que sem o auxílio financeiro o GMAC teria que decretar moratória ou mesmo fechar. Isso deixaria as chances de a GM sobreviver mais difíceis. O Fed citou "condições de emergência" para atender ao pedido. O GMAC fornece financiamento tanto para os revendedores quanto para os consumidores da GM. A parcela de 51% da companhia é da Cerberus Capital Management LP, que também mantém a Chrysler. A GM possui os restantes 49%. A GM se comprometeu a reduzir sua participação na GMAC para menos de 10%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.