Bradesco abrirá novas agências

O Bradesco pretende manter um programa de abertura de 60 a 70 agências por ano, para garantir a liderança entre os bancos privados nacionais. Segundo o presidente do banco, Márcio Cypriano, a expansão deve ocorrer principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais e contará com investimentos R$ 200 milhões em 2001.O Bradesco já atua com a carteira de dois bancos adquiridos, o Continental e o BCN, nos segmentos de veículos e leasing, além de possuir uma carteira de 3 milhões de contratos de crédito pessoal. Em relação a novas aquisições, Cypriano afirma que o banco tem dinheiro em caixa, mas "há só uma ou outra instituição menor à venda". A curto prazo, acrescentou, deverá ser negociado "um ou outro banco pequeno".O banco criou a área de corporate banking (voltada para o atendimento a empresas) há um ano, e acaba de receber a certificação de qualidade ISO 9002. Ainda segundo o executivo, a área está crescendo de forma acelerada, atendendo 700 grupos econômicos e 6 mil empresas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.