finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bradesco anuncia extensão dos prazos de financiamentos

Na linha de crédito direto ao consumidor (CDC), banco elevou prazo máximo de 36 para 48 meses

REUTERS

04 de novembro de 2009 | 11h40

O Bradesco anunciou nesta quarta-feira, 4, a extensão dos prazos máximos de financiamentos de diversas linhas para varejo e empresas. "Estamos tomando medidas essa semana para crédito", disse o presidente-executivo do banco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, em teleconferência com jornalistas sobre os resultados do terceiro trimestre.

 

Veja também:

linkLucro do Bradesco cai 5,2% no 3º trimestre, para R$ 1,8 bi

Na linha de crédito direto ao consumidor (CDC), o prazo máximo subiu de 36 para 48 meses. No crédito pessoal, o prazo passou de 36 para 40 meses. Nos financiamentos com garantia, como os destinados à compra de automóveis, o limite passou de 36 para 50 meses.

Nos financiamentos para empresas, o Bradesco agora trabalha com limite de até 210 dias no desconto de duplicatas, ante teto anterior de 150 dias. No capital de giro, o prazo evoluiu de 24 para 36 meses.

(Por Aluísio Alves)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBRADESCOPRAZOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.