Bradesco estreia em private equity com fundo de R$ 500 mi

Banco anunciou parceria com o braço no Brasil do Banco Espírito Santo (BES) para a criação da 2bCapital

Reuters

16 de setembro de 2009 | 10h57

O Bradesco anunciou nesta quarta-feira, 16, que formou uma parceria com o braço no Brasil do Banco Espírito Santo (BES) para a criação da 2bCapital, gestora de fundos de private equity.

A administradora será controlada em partes iguais pela Bradesco Asset Management (Bram) e Espírito Santo Capital (ES Capital). O primeiro fundo, de 500 milhões de reais, receberá um aporte de 50 milhões de reais de cada um dos sócios, e terá os recursos aplicados em empresas com receita anual superior a 100 milhões de reais.

A 2bCapital terá como principal executivo Manuel de Sousa, que é responsável pela ES Capital no Brasil, disse o Bradesco, em comunicado. A criação de um fundo de private equity de pelo menos 200 milhões de dólares foi adiantada pelo presidente do BES no Brasil, Ricardo Espírito Santo, no mês passado.

Segundo ele, a preferência do banco com o fundo é investir em companhias dos setores de consumo, logística e materiais de construção.

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBRADESCOBES*private equity

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.