Bradesco prevê investir R$ 5 bi em 2011, 30% a mais que 2010

A meta do Bradesco é abrir 183 novas agências em 2011, além de investir em tecnologia e em uma nova arquitetura de sistemas

Altamiro Silva Junior, da Agência Estado,

31 de janeiro de 2011 | 13h06

O Bradesco prevê investir R$ 5 bilhões este ano, expansão de 30% ante o ano passado, disse o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi. O executivo participa de teleconferência com a imprensa para comentar os resultados de 2010 do banco. O foco do banco é o mercado brasileiro e a expansão orgânica, destacou.

A meta do Bradesco é abrir 183 novas agências em 2011, número acima do total de novas unidades inauguradas em 2010, que somaram 174. Além disso vai investir em tecnologia e em uma nova arquitetura de sistemas, para aprimorar o atendimento do banco aos clientes. O Bradesco fechou o ano com 60,2 milhões de clientes.

Trabuco destacou na abertura da teleconferência a mobilidade social entre pessoas físicas, que passaram a ter maior acesso aos serviços financeiros graças ao crescimento da renda. Ele também destacou a mobilidade entre pessoas jurídicas, com empresas crescendo em meio à expansão da economia.

O presidente do Bradesco destacou ainda o chamado valor adicionado (montante da riqueza gerada dentro do banco), que somou R$ 26 bilhões em 2010. Desse total, R$ 9 bilhões foram destinados a recolhimento de tributos e impostos, R$ 8 bilhões foram pagos em salários, R$ 6 bilhões foram reinvestidos no banco e R$ 3 bilhões foram destinados aos acionistas por meio de pagamento de dividendos, destacou Trabuco.

Tudo o que sabemos sobre:
BradescobancoTrabucoagênciabalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.