Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bradesco propõe pagamento de R$ 8 bi em dividendos extraordinários

Conselho de Administração vai tomar decisão no dia 17 e pagamento deve ficar para o dia 23; ações do banco tinham as maiores altas da Bolsa no começo da tarde

Fabiana Holtz, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2019 | 12h56

A diretoria do Bradesco propôs ao Conselho de Administração, que se reunirá no próximo dia 17, o pagamento de R$ 8 bilhões em dividendos extraordinários, sendo R$ 0,948654134 por ação ordinária (com direito a voto) e R$ 1,043519547 por ação preferencial.

Caso aprovada a proposta, terão direito aos dividendos os acionistas na base da empresa em 17 de outubro e o pagamento será feito no dia 23. 

Conforme fato relevante divulgado nesta segunda-feira, 7, o montante a ser pago corresponde a, aproximadamente, 65 vezes o valor dos juros sobre o capital próprio mensalmente pagos.

No começo da tarde, as ações de PN do banco o avançavam 1,32%, enquanto as ON ganhavam 1,10% e figuravam entre as maiores altas da Bolsa de São Paulo.

Os dividendos são parte do lucro das empresas distribuído periodicamente aos acionistas. Geralmente, empresas que são boas pagadoras estão em estágio de crescimento avançado, não necessitando de tantos investimentos para financiar sua expansão. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Bradescobanco [sistema financeiro]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.