Bradesco reduz juros de cheque especial

A queda no compulsório sobre os depósitos à vista determinada pelo Banco Central, de 55% para 45% ao ano, já está beneficiando os correntistas e tomadores de dinheiro do Bradesco.Ontem, a instituição anunciou uma redução nas taxas de juros do cheque especial e docrédito pessoal. Assim, a partir de hoje, a taxa máxima do cheque especial caiu de 8,80%para 7,80% ao mês e a mínima passou de 2,64% para 2,30% ao mês. No crédito pessoal, ataxa máxima caiu de 4,50% para 4,40% e a mínima de 3% para 2,90% ao mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.