Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bradesco se aproxima do BB em ativos, diz Economatica

Enquanto ativos do Banco do Brasil cresceram 83,4% em 13 anos, os do Bradesco tiveram expansão de 531,9%

Silvia Fregoni, da Agência Estado,

27 de fevereiro de 2008 | 15h44

O Bradesco se aproxima do Banco do Brasil em ativos e pode, em breve, alcançar a liderança do setor na América Latina, segundo estudo feito pela consultoria Economática.  De acordo com o levantamento, os ativos totais do Banco do Brasil (BB) no final do ano passado somavam R$ 357,8 bilhões, enquanto os do Bradesco alcançavam R$ 341,2 bilhões. Em 1994, o Bradesco representava 27,7% do total de ativos do BB. Já em dezembro do ano passado correspondia a 95,4% dos ativos do banco oficial. "Essa diferença entre os dois maiores bancos é a menor da historia", diz a Economática. A consultoria elaborou estudo em que mostra a evolução dos ativos totais dos quatro principais bancos brasileiros de capital aberto: Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Unibanco. O estudo compreende o período de 1994 a 2007 e trata os números históricos ajustados pela inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Nesse período, os ativos do BB cresceram 83,4%, passando de R$ 195,1 bilhões para R$ 357,8 bilhões. Já os do Bradesco subiram 531,9%, saindo de R$ 54 bilhões para R$ 341,2 bilhões. Conforme o estudo da Economatica, o terceiro maior banco em ativos totais é o Itaú, com R$ 294,9 bilhões no final de 2007. O montante representa um crescimento de 635,4% em relação aos ativos de R$ 40,1 bilhões em dezembro de 2004. O Unibanco passou de ativos de R$ 29,7 bilhões em 1994 para R$ 149,6 bilhões no ano passado, uma expansão de 403,7% entre as duas datas. "O Bradesco é atualmente o maior banco de capital aberto por valor de mercado da América Latina e se encontra muito próximo de também alcançar a liderança em ativos", afirma a Economatica.

Tudo o que sabemos sobre:
BancosBradescoBanco do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.