Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bradesco se aproxima do BB em ativos, diz Economatica

Enquanto ativos do Banco do Brasil cresceram 83,4% em 13 anos, os do Bradesco tiveram expansão de 531,9%

Silvia Fregoni, da Agência Estado,

27 de fevereiro de 2008 | 15h44

O Bradesco se aproxima do Banco do Brasil em ativos e pode, em breve, alcançar a liderança do setor na América Latina, segundo estudo feito pela consultoria Economática.  De acordo com o levantamento, os ativos totais do Banco do Brasil (BB) no final do ano passado somavam R$ 357,8 bilhões, enquanto os do Bradesco alcançavam R$ 341,2 bilhões. Em 1994, o Bradesco representava 27,7% do total de ativos do BB. Já em dezembro do ano passado correspondia a 95,4% dos ativos do banco oficial. "Essa diferença entre os dois maiores bancos é a menor da historia", diz a Economática. A consultoria elaborou estudo em que mostra a evolução dos ativos totais dos quatro principais bancos brasileiros de capital aberto: Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Unibanco. O estudo compreende o período de 1994 a 2007 e trata os números históricos ajustados pela inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Nesse período, os ativos do BB cresceram 83,4%, passando de R$ 195,1 bilhões para R$ 357,8 bilhões. Já os do Bradesco subiram 531,9%, saindo de R$ 54 bilhões para R$ 341,2 bilhões. Conforme o estudo da Economatica, o terceiro maior banco em ativos totais é o Itaú, com R$ 294,9 bilhões no final de 2007. O montante representa um crescimento de 635,4% em relação aos ativos de R$ 40,1 bilhões em dezembro de 2004. O Unibanco passou de ativos de R$ 29,7 bilhões em 1994 para R$ 149,6 bilhões no ano passado, uma expansão de 403,7% entre as duas datas. "O Bradesco é atualmente o maior banco de capital aberto por valor de mercado da América Latina e se encontra muito próximo de também alcançar a liderança em ativos", afirma a Economatica.

Tudo o que sabemos sobre:
BancosBradescoBanco do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.