Bradesco terá 40% do mercado do Amazonas

O diretor executivo do Bradesco, Sérgio de Oliveira, disse que, com a aquisição do Banco do Estado do Amazonas (BEA) hoje, no leilão feito na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, o banco passa a contar com 50 agências no Amazonas, com acréscimo de 36 sobre as 14 atuais. Isso significa que o Bradesco ficará com 40% do mercado local.Segundo o diretor, com as aquisições do BEA e do Banco Mercantil, ocorrida na semana passada, o Bradesco para a ter R$ 116,6 bilhões de ativos.Sérgio de Oliveira disse ainda que o Bradesco avaliará as oportunidades de compra dos bancos estaduais do Maranhão, Piauí, Ceará e Santa Catarina, que serão privatizados entre março e maio deste ano. O Bradesco já está pré-qualificado para a privatização do Banco do Estado do Maranhão que será feita em março e, com a aquisição do BEA, passa a contar com 2.874 agência no País. O BEA foi o 10º banco estadual vendido pelo governo desde 1997 e acaba de ser comprado pelo Bradesco por R$ 182,14 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.