Bradesco volta a abrir vantagem sobre Itaú

O Bradesco voltou a abrir vantagem sobre o Itaú no ranking de ativos totais, reafirmando a posição de maior banco privado brasileiro. Ao adquirir o Mercantil de São Paulo, em negócio anunciado hoje, o Bradesco ganhou mais R$ 8,962 bilhões em ativos consolidados. Dessa forma, passou a ter ativo de R$ 116,390 bilhões, de acordo com ranking da Austin Asis. Segundo os mesmos dados, o Itaú possui R$ 102,241 bilhões, contando os ativos do Sudameris e do BEG, comprados recentemente. Ao adquirir essas instituições, o Itaú havia encostado no Bradesco, que agora se desvencilhou. O terceiro maior banco privado brasileiro, de acordo com o ranking da Austin Asis, é o Santander Brasil, com R$ 63,706 bilhões. O Unibanco é o quarto, apresentando ativo total de R$ 58,074 bilhões, e o ABN Amro Bank é o quinto, com R$ 33,246 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.