Brasil aceita desculpas dos EUA por declarações de O´Neill

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Pedro Luiz Rodrigues, afirmou na noite desta terça-feira, em nota, que o governo brasileiro aceitou os esclarecimentos do governo dos Estados Unidos sobre as críticas feitas no domingo pelo secretário do Tesouro norte-americano, Paul O´Neill, que colocou sob suspeição a destinação de eventuais novos recursos a serem concedidos pelo FMI ao Brasil.A partir de agora, o governo brasileiro considera o "episódio superado" e reitera "seu desejo de que prevaleça a percepção correta da importância do relacionamento entre as duas maiores economias do Continente".A nota afirma ainda que, ao receber hoje a embaixadora dos EUA, Donna Hrinak, em seu gabinete, o chanceler Celso Lafer deixou claro que o governo brasileiro tomou nota da manifestação de apoio e de confiança do governo norte-americano, expressa hoje em seu mais alto nível em relação ao Brasil e à sua economia.De acordo com o porta-voz, Hrinak afirmou, no encontro, que o governo norte-americano "lamentava o ocorrido e concordava com o ministro Lafer quanto à necessidade de Brasil e EUA trabalharem em sintonia diante dos desafios do quadro econômico internacional".

Agencia Estado,

30 de julho de 2002 | 19h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.